sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Tema 4 – Unidade 1 – Terrorismo.


1 – O que é terrorismo?

Há uma certa dificuldade de se definir o que é terrorismo, de maneira geral podemos dizer que é qualquer ação violenta para criar medo com objetivos políticos. O conceito de terrorista muda de acordo com as circunstâncias, Nelson Mandela, por exemplo, foi considerado terrorista no período do apartheid e posteriormente virou presidente do país após o fim do regime. Após os ataques de 11 de Setembro de 2001 foi estabelecida uma nova política antiterrorista conhecida como Doutrina Bush, os ataques ao Afeganistão e ao Iraque fazem parte dessa nova tática.

2 – Tipos de ações terroristas.

  • Terrorismo para desestabilizar governos – Durante as décadas de 1960 e 1970 foi crescente o número de grupos terroristas que surgiram, principalmente por causa do elevado número de ditaduras que apareceram no mundo por causa da Doutrina de Contenção estadunidense.
  • Terrorismo Separatista – São os grupos que lutam pela criação do seu próprio país é o caso do ETA (Euskadi Ta Azkatasuna), do IRA (Irish Republican Army) e da OLP (Organização para a Libertação da Palestina.
  • Terrorismo de Estado – Ocorre quando o governo faz uso da violência para reprimir grupos sociais.
  • Terrorismo de Estado no Brasil – A ditadura começou no Brasil em 1964 após um golpe que derrubou o presidente João Goulart. Logo grupos de oposição ao regime se formaram e eram constituídos principalmente por estudantes e intelectuais. Agentes de órgãos de segurança agiam à margem da lei com prisões, torturas e assassinatos, sobretudo após o Ato Institucional nº 5.
  • A bomba no Riocentro – Foi uma tentativa de ataque a bomba durante as comemorações pelo dia do trabalho, mas o ataque acabou não acontecendo, pois a bomba explodiu enquanto era armada, o governo tentou culpar os comunistas, porém, posteriormente, comprovou-se que o ataque foi armado pelo Estado.
  • Terrorismo Negro – era empregado por grupos clandestinos de extrema direita a fim de evitar o avanço democrático de forças socialistas. Como na Itália na década de 1970.
  • Terrorismo Doméstico – ataque interno sem motivo político aparente.
  • Terrorismo internacional – Quando um grupo terrorista ataca fora de seu país de origem. A maioria dos ataques ocorrem em função do fundamentalismo islâmico contra os valores morais ocidentais.
  • Al Qaeda – O grupo que nasceu durante a guerra fria quando a URSS invadiu o Afeganistão, teve grande projeção nacional após os ataques de 11/09/2001 às torres gêmeas (World Trade Center) no próprio território dos Estados Unidos, comandados pelo saudita Osama bin Laden.
  • As células – a organização da Al Qaeda não é vertical e possui várias células com poucos membros espalhadas pelo mundo, como a maioria das células não realizam nenhuma operação criminosa fica mais difícil que a polícia os encontre.
As ações – os recursos materiais da organização são escassos, mas a suas ações são bem planificadas o que fazem com que os atentados ocorram quase sempre com sucesso, produzindo atentados com grande número de vítima

Nenhum comentário:

Postar um comentário